COMO É FEITO O VINHO

Diariamente conhecemos pessoas que gostam de beber vinho, mas não sabem muita coisa sobre ele – quem não passou por essa fase? Ter várias informações a respeito do vinho certamente não é um pré-requisito para apreciá-lo. Porém, a familiaridade com determinados aspectos do vinho pode facilitar, e muito, a escolha, além de melhorar sua apreciação e aumentar seu nível de conforto.

O vinho é, essencialmente, uma fruta fermentada líquida. A receita para transformar a fruta em vinho é mais ou menos assim:

1 – Pegue uma grande quantidade de uvas maduras nas videiras.

purple-grapes-vineyard-napa-valley-napa-vineyard-45209          É possível acrescentar framboesas ou qualquer outra fruta, mas 99,9% de todo o vinho do mundo é feito somente de uvas, pois elas fazem o melhor vinho.

 

 

2 – Coloque as uvas em um recipiente limpo e sem vazamento.

3 – Amasse as uvas para que elas liberem seu suco. (ou mosto)

Há muito tempo, esta parte era feita com os pés.

4 – Espere

Em sua forma mais básica, a vinificação é simples assim. Depois que as uvas são amassadas, as leveduras (pequenos organismos unicelulares que existem naturalmente nas plantações de uva e, portanto, nas uvas) entram em contato com o açúcar do suco da uva e, gradualmente, transformam este açúcar em álcool. As leveduras também produzem dióxido de carbono, que evapora. Quando as leveduras terminam seu trabalho, seu suco de uva se transforma em vinho. O açúcar que havia no suco não existe mais – no lugar dele está o álcool. (Quanto mais maduras e doces forem as uvas, mais álcool terá seu vinho). Este processo se chama fermentação.uvas

O QUE PODERIA SER MAIS NATURAL?

          A fermentação é um processo totalmente natural, que não exige qualquer participação humana, com exceção da colocação das uvas no recipiente e da retirada do suco das uvas.

ARTIFÍCIOS MODERNOS DA FABRICAÇÃO DO VINHO

          Se todos os fabricantes de vinho o produzissem da maneira como acabamos de falar, estaríamos bebendo algo grosseiro o suficiente para não nos inspirar a escrever sobre o Barril de vinhoassunto. Porém, atualmente, os fabricantes tem uma coleção de truques, por isso que dois vinhos nunca tem exatamente o mesmo gosto. Os homens e mulheres que fazem o vinho podem controlar o tipo de recipiente que será utilizado no processo de fermentação (aço inoxidável e carvalho, são os dois principais materiais), bem como o tamanho do recipiente e a temperatura do mosto durante a fermentação, e cada uma dessas escolhas pode alterar bastante o sabor do vinho. Após a fermentação, eles podem escolher quanto tempo o vinho irá maturar (um estágio em que o vinho faz a sua parte) e em que tipo de recipiente. A fermentação pode durar três dias ou três meses e o vinho pode, então, maturar por algumas semanas ou alguns anos.

 

O INGREDIENTE PRINCIPAL

          Além do fato de uvas mais maduras e mais doces fazerem um vinho mais alcoólico, diferentes castas de uvas (Chardonnay, Cabernet Sauvignon ou Merlot, entre outras) também fazem vinhos diferentes. A uva, matéria-prima do vinho, não cresce em qualquer lugar. O local onde é cultivada, o solo e o clima de cada região vinífera, bem como as tradições e objetivos das pessoas que cultivam a uva e fazem o vinho, afetam a natureza das uvas maduras e o sabor do vinho feito com elas. É por isso que grande parte das informações que se deve ter sobre o vinho gira em torno dos países e regiões onde ele é feito.

Taça de Vinho Tamaya Carménère (Copy) (2)

Blog no WordPress.com.

Acima ↑